O que você faz ou não faz do amanhecer ao entardecer causa um enorme impacto sobre o seu descanso. A melhor maneira de garantir um bom sono noturno é revisar suas atividades antes de ir para a cama. Segue alguns conselhos para ajudá-lo a descansar melhor:

Tenha um bom colchão:
O colchão é determinante na qualidade do seu sono. Se ele não estiver de acordo com o seu biótipo ou estiver danificado por tempo de uso ou má qualidade, mesmo que você tenha todas as condições para dormir bem, não dormirá; se tiver algum tipo de variável que seja desfavorável, ele acentuará este problema. Portanto, não poupe esforços nestes dois acessórios: colchão e travesseiro.
É bom lembrar que o colchão é muito mais usado que o carro, o sofá, a televisão, o fogão, os sapatos, pois é usado durante toda a vida por 8 horas ininterruptas.

Mantenha horários regulares:
Tente levantar-se sempre na mesma hora, não importando a hora que tenha ido deitar-se. Se você deita-se tarde na sexta-feira e no sábado para levantar-se muito tarde no domingo, com certeza na segunda-feira terá problemas no trabalho, pois no domingo à noite terá sofrido de insônia. Se viajar muito, tente conservar sua rotina ou volte a ela logo que retornar.

Faça exercícios regularmente:
Com não mais de vinte ou trinta minutos diários de caminhada, jogging, natação, bicicleta ou a prática de algum esporte 3 vezes por semana, você alcançará sua meta de chegar à cama relaxado, tanto física quanto mentalmente. O melhor momento para realizar exercícios que beneficiem um bom sono noturno é ao final da tarde e no início da noite.

Cuidado com os estimulantes:
Os amantes do café, chá, chocolate e refrigerantes devem saber que os efeitos dos estimulantes destes produtos, consumidos em excesso, fazem-se presentes entre duas a quatro horas depois da ingestão. Ao ingerir substâncias que contenham estimulantes, ao final da tarde ou durante a noite, contribui-se para a diminuição da profundidade do sono e para o aumento dos possíveis “Despertares Súbitos”.

Não fume:
A nicotina é ainda mais estimulante do que a cafeína. Os fumantes têm dificuldades para dormir, despertam com facilidade e têm fases de sono profundo mais curtas. Comprovou-se que o fumante aumenta sua qualidade de sono quando deixa o hábito de fumar.

Beba com moderação:
Embora o álcool seja o mais antigo e mais popular sinônimo do sono, deve-se ter cuidado com a quantidade e com o horário em que o ingere. Muito álcool ao final da tarde retardará o sono e muito álcool no jantar provocará sono precoce. Em ambos os casos, o ciclo normal será alterado.

Busque qualidade e não quantidade:
Seis horas de sono profundo podem fazer com que você sinta-se melhor do que oito horas de sono leve e interrompido. Não se deve dormir mais do que o necessário. A medida será dada pelo quanto você irá sentir-se bem na manhã seguinte. Se você sentir que recarregou adequadamente suas energias com seis horas de sono, não será porque você dormiu pouco e sim porque dormiu o suficiente.

Se você tem problemas para dormir à noite, não durma à tarde:
Muitas pessoas têm inclinação normal a tirar uma soneca após o almoço e, sem dúvida, isto avança com a idade. Mas, se ela atentar contra seu sono noturno, quando sentir sonolência durante o dia evite dormir realizando alguma atividade física que estimule a pulsação durante dez minutos, isto acelera o metabolismo, espantando o sono.

Deixe suas preocupações e planos para outro momento:
Antes de deitar-se escreva uma lista de coisas que deveria fazer, ou seus planos do dia seguinte. Tal tarefa irá tirar de seus ombros a responsabilidade de lembrar, isto relaxará seu inconsciente. Se seguir discutindo com eles e os mentalizando, não irá resolvê-los nem conseguirá relaxar.

Não se deite após ter comido em excesso ou sem ter comido:
Se comer muito antes de deitar-se, obrigará o sistema digestivo a trabalhar demais. Talvez sinta uma sonolência agradável, mas logo terá sensação de peso que não o deixará dormir bem. Por outro lado, se estiver fazendo dieta, não durma sem comer algo de baixa caloria. Não se pode tentar dormir quando se discute com o estômago. Todo tipo de incomodo orgânico ou físico contribui para o “despertar súbito”, evitando entrar em sono profundo.

Desenvolva um ritual de sono:
As crianças lêem ou escutam história e rezam suas orações antes de dormir. Você pode escolher seu ritual: escutar alguma música, relaxar os músculos, tomar um banho morno ou ler um livro pode ajudá-lo a conciliar o sono. O importante é que, uma vez escolhido o ritual, este deve ser repetido todas as noites.

Ambiente agradável:
Um ambiente agradável é fundamental. Deixe o quarto bem escuro, evite lugares barulhentos e, se possível, regule a temperatura. É fundamental um bom colchão, assim como bons travesseiros e roupas de cama, eles fazem grande diferença.

Atividades na cama:
Evite ler, falar ao telefone, trabalhar ou comer na cama. Ela não deve ser associada a outras atividades além de dormir. Isto garantirá um ato mecânico a seu organismo. Toda vez que o inconsciente começa a decodificar seu ritual para dormir, seu corpo imediatamente funcionará para que tudo esteja de acordo.
Atos como banho quente (preferencialmente de banheira), sauna, alongamentos e massagens relaxam os músculos, o que ajuda bastante o sono durante a noite. Preferível que sejam feitos pouco tempo antes de deitar-se.
– Se não conseguir dormir em dez minutos, levante-se, mude de ambiente, escute música, leia e somente volte para a cama se acredita que poderá dormir. Repita o método. Se passar outros dez minutos, volte a levantar-se;
– Faça jogos mentais, recorde textos, imagine objetos ou animais, jogando com uma cor repetitiva, recite o alfabeto e depois pense em nomes de pessoas que incidem com cada letra, recite palavras mudando as vogais;
– Utilize som de relaxamento tipo ioga.

TENHA MAIS CONFORTO EM SUAS NOITES DE SONO!